Você é uma pessoa resiliente?

Se pergunte: O que eu faço quando estou com um grande problema? Choro, quero sumir ou encaro?

Tente se lembrar de alguma situação pra que você tenha a resposta da pergunta acima, seja em situações como mudar de profissão, seja no seu relacionamento, ou por algum plano que não deu certo… Tente se lembrar. A partir da sua resposta, você saberá se tem ou não a tal da resiliência.

Lendo muitos artigos e me inteirando no assunto, é fato que para a psicologia, a resiliência é a “capacidade que as pessoas têm de enfrentar problemas, suportar a pressão e ter flexibilidade para se adaptar as mudanças”, e a partir disso aprender, crescer e mudar. É ter a capacidade de se reconstruir frente às adversidades, é a capacidade de levar várias “porradas” da vida e conseguir levantar a cabeça e seguir enfrente, sem se fazer de coitadinho ou de vítima.

optimismo-845x684

Mas por favor! Não confunda resiliência com ORGULHO e FALTA DE HUMILDADE. Pelo
contrário… Pessoas resilientes são maduras o suficiente para saber diferenciar uma coisa da outra. E o que as diferenciam de outras pessoas é o fato delas saberem reconhecer o
“fracasso” e o seu erro, apanhar os cacos do chão, encarar o problema e seguir enfrente.
A boa notícia, é que se você não se acha resiliente, ainda há chances de correr atrás do “prejuízo”! É muito possível criar essa habilidade e conseguir desenvolver essa característica em você.

Vou listar aqui abaixo, 5 formas de pensar e agir que vão te ajudar nesta questão:

  1. Reconhecer o erro/problema: Esse ponto é necessário e essencial para que você
    monte o seus próximos passos a partir do problema. Reconhecer que algo não deu certo ou que você falhou, vai te ajudar a traçar metas para que você saia do problema com mais facilidade;
  2. Solução: À medida que você aceitar que o problema está ali, é preciso colocar a sua
    cabeça para pensar em como sair dali. O que você precisa fazer? Não deixe que a
    dificuldade pare sua vida e te faça fugir do problema, encare-o e não deixe que essa
    situação se torne algo maior do que tudo dentro de você, não se entregue ao
    problema, mas resolva-o!
  3. Saiba administrar o estresse causado: Mesmo sendo difícil, saia da sua zona de
    conforto e faça coisas para você. Pratique alguma atividade física e tente manter o seu dia completo para que você não tenha tempo de se entregar ao problema;
  4. Autoestima: Esse ponto é fundamental! O tamanho do amor que você tem por você, é o tamanho que tem a sua autoestima. Portanto, dedique horas do seu dia para você, aprenda coisas novas, faça cursos, coloque seus talentos em prática, corra atrás do que está te incomodando fisicamente e se ame!
  5. Aceite a mudança: Veja as mudanças como um desafio e não como uma ameaça.
    Tente se adaptar e aceitar que as coisas mudam, que isso faz parte da vida e que o
    resultado pode ser você poder crescer e se tornar uma pessoa mais forte, lembre-se
    que o mundo gira e que amanhã você estará renovado.

Vivemos em uma época de muito mimimi, mas precisamos e devemos nos olhar mais e ver que a vida não deve parar por causa dos nossos problemas, até porque, eles não param!

Portanto, sejamos maduros e adultos o suficiente pra “estancar o sangue” e resolver os nossos problemas de cabeça erguida.

Beijos e até logo 🙂

Um comentário sobre “Você é uma pessoa resiliente?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s